8 de ago de 2008

Lembranças





Houve uma época em minha vida que eu amava as palavras.

Todos os dias eu escrevia loucuras, descrevia desejos, rimava rimas sem saber.

Era puro amor, não vinha de mim.

Hoje eu me pergunto pra onde se foi toda aquela inspiração, quem me roubou as palavras, eu me sinto vazio.

Lembrei de algo que queria esquecer, de promessas e votos que me fazem sofrer, de um amor distante. Prometi amar pra sempre quem já não me ama mais, não posso fugir dessa promessa e vivo tentando esquecer, esqueço tentando viver, talvez por fraqueza minha, falta de fé, estou morrendo interiormente por tudo isso, algo vem sendo limpo dentro de mim, muita sujeira havia aqui por dentro.

Quero acreditar que no final, Romeu teve seu sonho realizado e que hoje descansa seu amor com sua amada Julieta em algum recanto secreto.

Onde o amor descansa.







Não deixe de comentar.
Jesus nos guie.

Visitantes