30 de nov de 2008

O homem, a lagarta e o cajueiro

Fatalmente podemos dizer que um dos maiores problemas do Homem é esse "H" maiúsculo.


Estava assistindo o Globo Rural hoje (você já percebeu que os melhores programas passam de madrugada? É sempre nesse período que passam programas educativos e matérias interessantíssimas, aqui no paraná por exemplo, temos o canal Paraná Educativa, que na madrugada possui uma programação culta com debates e ideologias diversas, já na Globo temos: Tecendo o Saber, Telecurso 2000 e novo, Globo Ciência, Globo Ecologia, Globo Educação e o Globo Universidade (você ja tinha ouvido falar em todos esses programas? quando foi a última vez que você assistiu algum deles até o fim?), e na minha opinião estão ficando cada vez melhores e o melhor, é informção gratuita ((por assim dizer)) ) e eles estavam fazendo uma matéria a respeito de uma praga que dá na plantação de Caju, umas pobres de umas lagartas de borboleta.

Essa espécie de borboleta costuma depositar seus ovos nas folhas do cajueiro, as lagartas depois de nascidas se alimentam da folha, entrando nela e só saindo de lá quando ja estão gordinhas e prontas para virarem borboletas.

Então o agricultor (que por sinal não come o caju que planta) em busca de meios que resolvam o problema, opta por usar agro-tóxico, isso resolve o problema das lagartas, mas ai surge o da "saúde-humana", e não digo isso apenas porque ele usou agro-tóxico, mas também porque está extinguindo uma espécie "animal" que serve pra manter algo em equílibrio, talvez alguém até saiba o que seria esse "algo", a questão é que só nos preocupamos quando o problema não pode mais ser resolvido com medidas imediatas, o agro-tóxico pode até ser uma medida imediata, mas os seus danos são sempre escoados.


A questão "animal".


O que a Biblía diz sobre a relação homem-animal?



Fica claro que segundo a Biblia, DEUS nos fez superiores e dominantes em relação a toda espécie animal, mas isso não significa que NÓS não sejamos animais também.

Por que quando criamos o "Direito a Vida", que é universal, não o aplicamos aos outros animais também? Se nascemos da mesma terra que o cajueiro e a lagarta, por que matamos a lagarta e depois o cajueiro?


Idéia sem fim.


Um comentário:

Daniella Medeiros disse...

na minha casa, as lagartas ficam todas vivas e observo o seguinte: elas comem todas as folhas. o cajueiro fica careca. depois,elas somem.nem vejo onde se recolhem em seus casulos. dois meses depois,as folhas nascem lindas,lindas,lindas.bem verde brilhante!e só depois é a época que dá caju. e os cajus são ótimos.tenho um cajueiro na calçada que todo mundo que passa pega uns e come.e na época do caju,tem muitas borboletas no jardim que devem polinizar bastante e plantar em outros lugares.é fascinante.

Não deixe de comentar.
Jesus nos guie.

Visitantes