15 de jun de 2009

Andressa Duarte Barragana




Andressa deixou um importante testemunho de vida


Um acidente ocorrido às 7h 15min de sábado, junto à rodovia que liga Pelotas a Porto Alegre tirou a vida da jovem Andressa Barragana, de 14 anos. Junto com ela faleceram a avó, a tia e uma prima. O choque entre o passat em que Andressa estava e um caminhão ainda deixou feridos o pai de Andressa, que conduzia o veículo e um primo.


Adventista desde os nove anos, Andressa mantinha uma agenda repleta de atividades missionárias, que cumpria fielmente e com bastante êxito. Do Pequeno Grupo criado por ela surgiram outros 20 que estão em atividade.


Além disso, ela também cuidava de uma cooperativa de trabalhos manuais, que proporcionava renda a crianças carentes do bairro onde morava e dinheiro para trabalhos de evangelismo. Em sua agenda, ainda constava um programa de rádio semanal, de onde ministrava cursos bíblicos; visitas a asilos; reuniões de oração intercessória; pregações; viagens de testemunho entre outros.


No mês de fevereiro de 2006, Andressa esteve no Campori do PODER da Missão Ocidental Sul-Rio-Grandense, testemunhando de sua vida missionária e incentivando os líderes da Igreja à fidelidade e à pregação do Evangelho. Na oportunidade, ela contou sobre como Deus havia protegido sua vida e de sua família em diversas ocasiões.


Para o presidente da MOSR, pastor Ilson Geisler, Andressa era incansável em seu trabalho para Cristo. "Conheci a Andressa quando tinha 11 anos. Quando ela quis ser batizada disse: ‘Já está tarde demais para mim'. Tinha sempre pressa, muita pressa. Dos nove aos 14 anos quando foi ceifada pela morte, ela não pensava em outra coisa senão em evangelizar crianças, jovens e adultos. Todos os dias da semana, 24 horas por dia. Respirava e exalava o amor de Jesus para todos com quem entrasse em contato", conta.


O pastor ainda ressalta que Andressa fará muita falta, inclusive no bairro Vasco Pires, onde morava, em Pelotas. "Ela fazia a diferença onde passava. Às vezes me pergunto: ‘se nossa igreja saísse do bairro ou cidade, sentiriam nossa ausência? E se nós saíssemos de cena, alguém notaria? ' Andressa nos deixa um grande exemplo de fé e dedicação à pregação do Evangelho. Ela viveu intensamente a pregação no tempo que Deus lhe deu", afirma.


O enterro de Andressa e de suas familiares aconteceu na manhã de domingo, no cemitério São Lucas, em Pelotas. Centenas de pessoas, membros da Igreja e da comunidade a que Andressa pertencia, além de líderes de diversas instâncias da Igreja compareceram à cerimônia de sepultamento.

Um comentário:

Anônimo disse...

Lindo o trabalho desta menina para Deus.Persistente!

Michele.

Não deixe de comentar.
Jesus nos guie.

Visitantes