1 de set de 2009


Parece loucura, mas eu não consigo deixar de ver poesia e romance em tudo na vida.
Olho pra uma pedra e não vejo pedra, vejo amor. Parece loucura.
Eu estou ficando louco e com impressão de que isso me leva a ser normal.
Faço música de momentos impróprios. O que passa? Deus usa as coisas loucas desse mundo pra confundir as sábias. O que eu sou? Um sonhador.
Quantas vezes olhando pedra vi amor? Que loucura é essa, desde quando pó pensa?
E o que é a minha vida além dos sonhos que tenho? Sonho demais. Sonho em casar e ter filhos e acordo pela manhã sozinho. Por que sonho sonhos?
Imaginação fértil essa.
Até onde vai desse jeito? Já disse. Seria loucura saber.
Não seria eu só uma cinza perdida no oceano? Que pensa estar seguindo uma corrente qualquer quando na verdade essa corrente é que me leva pra um lugar qualquer? E eu que achava que sabia onde estava, o que estava fazendo, me encontrei perdido.
Minha bateria está acabando e não lembro onde esqueci o carregador. Vai ver foi porque esqueci. Tenho que lembrar.
Você nunca me deixou DEUS. Sempresente foi. O que eu mereço Senhor? Um monte de pó, cinzas e sonhos. Sonhos cinzas talvez, ou talvez foi na esperança de rimar, já disse, vejo poesia e amor onde há pedra e vão.
Estou ficando normal, não louco, vai ver é isso mesmo, estou ficando louco, não normal.
Meu violão é preto, acho que só hoje eu percebi.

Tenho pensado em suícidio, tenho pensado em fugir, em me perder, DEUS me socorre, me ajuda SENHOR! Inclina os teus ouvidos pra mim Pai.

3 comentários:

Leane disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
migirelli disse...

"Saber dar valor,para as coisas mais simples".

;)

Não deixe de comentar.
Jesus nos guie.

Visitantes