5 de jul de 2010


Inspiração, Ó inspiração... Por onde andas tu tatu, que não vens e me arrebate ao gélido vento sul, que em seus giros e regiros, volve-se revolve-se e nunca se perde em seu curso. Inspiração faça-me como o vento ou como o rio que nunca abandona o seu curso e ciclo imutável, que segue sempre em frente e deságua no mar infinito. Que a cor do meu sorriso não se esconda.

Marlon.

Nenhum comentário:

Não deixe de comentar.
Jesus nos guie.

Visitantes