7 de mai de 2013

Tudo o que eu tenho é Cristo.

Cansei de escrever pra nada, ninguém lê, imagino que metade das minhas visualizações de página venham de meu próprio computador. Até quando tristeza e choro? Vontade de ser útil, mas não em fazer dinheiro, ou pelo menos não um que a traça corroa.

O tempo está mudando, a estação é de colheita, os frutos estão madurando, até hoje você ainda não entende meus textos, tenho medo de um dia eu mesmo parar de entende-los.
Graças a Deus que me prometeu pela sua Santa e Gloriosa Palavra eu creio que nunca vou deixar de entender. Ò Senhor, se for preciso, cuspa na terra, faça lodo e passe em meus olhos para que eu veja.

Quantos amores nesse tempo? Só um permaneceu.
Tudo o que eu tenho é Cristo.

Eu devia escrever um livro, dois, quem sabe? Ele não escreveu nenhum. Nada era por acaso, Ele nos ensinava nos pequenos gestos, grande sabedoria.

Eu quero casar, quero ter filhos, quero viajar, mas acima de tudo, quero vencer o mundo, herdar a coroa junto com os Eleitos, minha pátria não está nessa terra.

Que Deus me perdoe. As falhas, as dividas, os erros, os pecados, em nome do Senhor e Salvador, Jesus o Cristo, Cordeiro Imaculado, Santo.
Amém.

2 comentários:

Anônimo disse...

É tempo de pegar as armas e ir pra rua pois a ceara é grande a criação aguarda ansiosamente pela manifestação dos filhos de Deus

Ribeiro disse...

Amém. As duas testemunhas estão entre nós.

Não deixe de comentar.
Jesus nos guie.

Visitantes