1 de jul de 2013

Saudade

Não sei rimar, nem escrever difícil, só um aviso,
o que segue é isso, qualquer coisa escrita, qualquer ofício,
rima pobre, pobre no sentido, não na métrica
porque na métrica não há sentido.

Não vejo o por quê, porque esse por que é qualquer porquê.
A poesia, está na vida, no observar das coisas, não há esforço, há "olhar".
Rimas são só uma maneira menos feia de colocar o pensamento em palavras.

O amor é definido, não é sentimento, é ser, é estar, to be. É verbo, "e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez. Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens. E a luz resplandece nas trevas, e as trevas não a compreenderam". João 1:1-5
e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.

Ele estava no princípio com Deus.

Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez.

Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens.

E a luz resplandece nas trevas, e as trevas não a compreenderam.
João 1:1-5
e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.

Ele estava no princípio com Deus.

Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez.

Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens.

E a luz resplandece nas trevas, e as trevas não a compreenderam.
João 1:1-5

Nenhum comentário:

Não deixe de comentar.
Jesus nos guie.

Visitantes