6 de dez de 2013

Ó minha criança, tente segurar um pouco d'água em suas mãos e me diga se é capaz, pois saiba que eu seguro os rios com a minha mão e com a destra amarro os ventos e calo seus uivos.
Eu não te desamparei, suas lágrimas sequer chegam a tocar o chão. Até quando teimará em andar sozinho? Até quando terei de provar dia-a-dia o meu amor?
Quando te sentes derrotado, eu já te preparei a vitória, quando as condições e o aspecto das coisas se mudam te basta a fé.
Sua natureza é carne mas tu tem um espírito que a refreie. Disto tu tens o controle, tome-o. Refreie a sua carne. Há momentos em que o melhor discurso é o silêncio. O silêncio diz coisas que as palavras não sabem dizer. O silêncio faz do tolo um sábio mas a palavra mal dita faz do sábio um tolo.
Te sentes triste? Te sentes só? Tenho um livro escrito com ponta de diamante, seu nome está nele.
Só acaba pra quem desiste.

Eu nunca vou desistir de você.

Nenhum comentário:

Não deixe de comentar.
Jesus nos guie.

Visitantes